14
set

3 dicas para você começar o novo emprego com o pé direito

“Novos caminhos abrem novas portas”, assim como um novo emprego é uma janela aberta para novas possibilidades. O medo tem mesmo disso, ele faz um misto de adrenalina, ansiedade e curiosidade. É como se vários tipos de sentimentos invadissem o nosso corpo ao mesmo tempo. E realmente invadem. Mas, também é preciso ter coragem para oferecer o melhor. As melhores habilidades, competências e energias. Pensamento positivo atrai coisas positivas, então que tal você pensar que tudo vai dar certo?

Segundo uma pesquisa do Hays em parceria com o Centro de Pesquisas em Estratégia do Insper, aponta que para 22,6% das empresas, a capacidade de adaptação é uma dos requisitos mais esperados. Ainda segundo esse levantamento que foi feito com cerca de 700 companhias, na época da crise, o que torna um profissional diferente e com grande potencial para se destacar, é a capacidade de adaptação. Ou seja, a tal da resiliência.

Pensando em tudo isso, separamos dicas práticas para você se dar bem nos primeiros dias ou meses de trabalho.

Tenha uma postura proativa, esteja sempre um passo à frente

Ao chegar em um emprego novo é comum se sentir como um peixe fora d’água ou qualquer coisa parecida. Realmente, não é nada fácil estar em um local que não se conhece nem as pessoas, tão pouco as tarefas. Porém, você precisa incorporar o seguinte pensamento: não está ali por acaso ou obra do destino. Se foi contratado, é porque acreditam que você tem capacidade. É porque estudou e se preparou para desempenhar atividades (seja lá quais forem). Então, invista numa postura proativa. Tente puxar assunto com pessoas que sentam perto de você, seja simpático e gentil (mas nada exagerado), ninguém gosta de gente intrometida ou que parece tentar “forçar uma amizade”. Também fique próximo da pessoa encarregada de passar as novas lições. De forma sempre educada, peça conselhos e dicas. Mostre interesse pelo novo, elogie. Tem que surgir de você a iniciativa de adaptar-se ao ambiente, não fique esperando que essa atitude venha dos outros.

Olhos de coruja, seja um bom observador

Nada de sair tagarelando como se não houvesse o amanhã, mas, também, tente não ser monossilábico. Que tal o meio termo? Além do seu currículo, o aspecto comportamental também é observado, então adote uma postura de avaliador. Afinal de contas, vai ter alguém de olho em você. É importante reparar como as pessoas se vestem, agem e se expressam em determinadas situações. Quando se começa no trabalho novo é como pisar em ovos, você não conhece o território então precisa tomar cuidado. Especialistas dizem que as pessoas não costumam gostar muito de quem é diferente. Deixe para revelar a sua personalidade aos poucos.

Que o seu chefe seja o seu mentor

O seu chefe não precisa ser o melhor amigo, mas por ser a pessoa que provavelmente te contratou e você terá mais contato, pode se aproximar dele e tê-lo como um mentor. Conhecer a forma que ele age e pensa, estar alinhado com as expectativas, evita complicações e mal entendidos futuros. Nas três primeiras atividades que você realizar, faça o seu melhor. Mostre ao seu chefe, peça um feedback. Toda crítica construtiva é bem-vinda, ainda mais nesse começo. Saiba escutar, seja paciente, pergunte. Não tenho medo de errar, jamais permita que o erro seja motivo para estagnar. Pelo contrário. Que cada obstáculo sirva de degrau para que você possa ir cada vez mais longe.

Boa sorte!