3 Jogos Corporativos para inspirar a sua equipe Amanda Souza

Jogos corporativos são atividades lúdicas, que consistem em aplicar dinâmicas específicas para inspirar os funcionários da empresa e permitir que cada um deles alcance o objetivo pessoal desejado. Em um grupo de funcionários com diversas personalidades, existem vários objetivos a serem alcançados: trabalho em grupo, positividade, desenvolver ideias, liderança, entre outros. Inspirar uma equipe, como um todo, para que eles se sintam completamente “a bordo” das questões da empresa e alcancem as soluções por si é a fórmula mágica que os jogos corporativos ajudam a desvendar. Uma vez que o colaborador esteja engajado e inspirado, ele se sentirá mais motivado a trabalhar e também parte importante dentro do setor, criando uma ligação pessoal com seu trabalho ele se torna um colaborador mais eficiente, proativo e comprometido.

Quais são os tipos de jogos corporativos?

Dentre as várias aplicações dos jogos, eles se dividem em dois grandes grupos específicos: colaborativos e competitivos. Os jogos colaborativos visam estimular o trabalho em equipe e a importância da participação de todos os membros do grupo. É uma dinâmica coletiva que incentiva de forma eficaz a colaboração de duas ou mais pessoas para alcançar um objetivo em comum. Apesar de existir a competição entre equipes, o objetivo principal do jogo colaborativo é trabalhar para o sucesso da sua equipe da melhor forma possível e não para a derrota dos demais grupos. Já os jogos competitivos, incentivam os participantes a demonstrar como atitudes individuais e decisões importantes impactam em seu sucesso. A competição individual é muito importante para que os colaboradores busquem aprimorar suas ações, trazendo resultados positivos para a empresa. No entanto é de suma importância estimular a competitividade diferenciando-a da rivalidade, que não é o objetivo dos jogos corporativos. Confira agora alguns jogos corporativos, colaborativos e competitivos, para inspirar uma equipe:

1- Verdadeiro ou falso?

Este jogo é um aquecimento colaborativo, funciona com todos os tipos de equipe, principalmente para “quebrar o gelo” e relaxar os participantes, porém, é muito efetivo em equipes recém formadas ou grupos que não possuem entrosamento homogêneo.  Todos os jogadores se sentam em círculo, é essencial que todos mantenham contato visual para analisar o contador de histórias. Este jogador conta três histórias sobre sua vida, duas são verdadeiras e uma é falsa. O desafio do jogo é que o resto da equipe descubra qual é a história mentirosa. É uma maneira bem simples de conectar as pessoas e fazer com que os participantes se divirtam enquanto conhecem mais sobre seus colegas.

2- Gincana

Um jeito divertido e específico para estimular tanto o trabalho em equipe quanto as conquistas individuais, uma vez que esta atividade pode ser jogada individual ou em grupo. As gincanas são completamente adaptáveis para o espaço e o número de pessoas que estarão jogando. Podem ser rápidas, - com vários minijogos de curta duração - ou mais longas, com uma dinâmica só, porém mais elaborada. Este jogo corporativo desenvolve habilidades psíquicas, motoras e também a percepção de cada colaborador tanto para o individual – o seu papel no jogo – quanto para o conjunto – a importância do seu desenvolvimento para todo o grupo. 

3- Pitch

Traduzido para “uma apresentação rápida”, um pitch possui de maneira objetiva as informações necessárias para uma equipe entender sobre um projeto. Este é mais um jogo que pode ser realizado tanto em grupo, quanto individualmente.  O jogo consiste no mediador distribuir temas específicos ou pedir para que cada colaborador pense em um tema para abordar na sua apresentação. Temas interessantes são aqueles incomuns, que fogem da zona de conforto dos competidores.  As apresentações devem ter tempo de elaboração e exposição estipulados, para não se estenderem muito. É um jogo dinâmico, que estimula a solução rápida de problemas, a integração do time para o objetivo em comum – se o jogo for em equipes – e desenvolve habilidades de apresentação, que podem ser objetivos pessoais de alguns colaboradores.

Bônus: Jogos de tabuleiro 

Por parecerem óbvios e relacionados ao público infantil, os jogos de tabuleiro são subestimados por muitas pessoas, porém são tão efetivos quanto qualquer outro jogo corporativo pode ser. Além de possuírem aplicações mais simples, por já terem regras e materiais de uso de fácil acesso, eles são divertidos e estimulam a competitividade de maneira saudável e efetiva. Para melhor funcionamento da dinâmica, o ideal é distribuir vários jogos pelo grupo de colaboradores para que a equipe enfrente diferentes tipos de propostas, jogue individualmente – a maioria dos jogos de tabuleiro é para até 6 jogadores, por isso ter mais de um jogo por equipe é ideal – e faça um rodízio entre os jogos disponíveis, para testar a destreza dos competidores em diferentes desafios: conhecimentos gerais, estratégia, investigação, etc.

Últimas Postagens

4 dicas para manter o networking ativo em períodos de distanciamento

10/09/2020 Ler mais

3 diferenças entre uma palestra e um workshop

03/09/2020 Ler mais

3 Jogos Corporativos para inspirar a sua equipe

28/08/2020 Ler mais

Accountability: o que é e por que importa?

17/08/2020 Ler mais

Como definir um cronograma de tarefas para trabalho e vida pessoal não se complicarem 

05/08/2020 Ler mais

Insira seu melhor e-mail

Tags

Veja todos
Curiosidades
10/09/2020

4 dicas para manter o networking ativo em períodos de distanciamento

4 dicas para manter o networking ativo em períodos de distanciamento Networking, (“net”, do ing leia em 5 min
Curiosidades
03/09/2020

3 diferenças entre uma palestra e um workshop

3 diferenças entre uma palestra e um workshop As palestras e os workshops são atividades úteis e leia em 4 min
Dicas
17/08/2020

Accountability: o que é e por que importa?

Accountability: o que é e por que importa? Você sabe o que é accountability? Provavelmente já ou leia em 4 min
WhatsApp chat