16
ago

Gestão de Imprevistos: 5 dicas para estar preparado para o inesperado

Não é apenas um plano bem pensado que garante a efetividade das ações, viagens ou eventos: também é necessário possuir gestão de imprevistos. Afinal, a vida é feita de imprevistos: nunca sabemos quando pode surgir uma nova demanda urgente.

Por isso, é preciso também pensar em gestão de imprevistos: uma maneira de liderança e gerencia feita para lidar com o inesperado. Com essa gestão, é possível estabelecer um protocolo para garantir que nada – nem o mais inimaginável – possa interferir no seu negócio.

Afinal, não é apenas o primeiro plano que garante o sucesso de um projeto – é preciso de vários outros. Confira cinco dicas para criar uma gestão de imprevistos que vai te deixar preparado para tudo, até um apocalipse zumbi:

 

  1. Identifique o problema pela raiz

É preciso sempre manter o olhar atento pois, assim, você consegue identificar a verdadeira raiz do incidente de primeira. Como o tempo é o principal fator na solução de imprevistos, estar preparado para identificar e resolver o problema logo na primeira vez diminui – em muito – a chance da situação se complicar.

 

  1. Não entre em pânico!

Se você conhece O Guia do Mochileiro das Galáxias, conhece a frase clássica “não entre em pânico!”. Bom, aqui o mantra também se encaixa: aconteceu algum imprevisto? Não entre em pânico! Uma cabeça assustada tende a não pensar com clareza nas soluções.

O plano deu errado? Respire fundo, tome uma água e olhe o incidente nos olhos – só assim você vai conseguir ter uma dimensão realista da situação em vez de uma que parece um monstro de sete cabeças.

  1. Seja criativo: nada é “louco demais” em uma gestão de imprevistos

Como estamos falando de imprevistos, não é possível prever o que pode acontecer quando fazemos um plano. Mas isso não nos impede de estarmos preparados: é importante criar os diversos cenários possíveis hipoteticamente para que já tenhamos uma noção do que fazer.

Suponhamos que você vá fazer uma viagem. É possível que, chegando no aeroporto, a van não esteja esperando pela sua equipe no aeroporto. E aí? O que você precisa fazer? Ter uma segunda van como opção? Vão pegar um táxi? Se sim, de alguma empresa específica? Ou vão pegar o ônibus? Sabe qual é a estação ou ponto mais próximo do hotel? É preciso levar em consideração todos os cenários possíveis para garantir uma gestão de imprevistos mais assertiva.

 

  1. Ensine a arte do improviso para sua equipe

Não é apenas você, gestor, que precisa estar preparado: sua equipe toda precisa pensar em gestão de imprevistos. Ensine seus colegas a identificarem o problema e, assim que tomarem noção dele, incentive-os a apresentarem soluções. Uma equipe mais preparada garante soluções mais rápidas e processos mais eficientes, desde uma gestão de tempo de trabalho mais eficiente até muito mais produtividade.

 

  1. Tenha sempre um plano Z

Gestão de imprevistos não é apenas pensar em um plano B, mas até o plano Z. Além de ser criativo para imaginar os cenários hipotéticos, como dito acima, mas também é preciso pensar em um procedimento padrão para que você sempre tenha um plano C, D, E, etc, pronto para ser executado em seguida.

Com um processo padronizado, é possível se adaptar às situações e a garantir sempre a resolução dos incidentes, mesmo que você não tenha pensado no cenário exato. Uma gestão de imprevistos é a garanti de que, mesmo que tudo dê errado, ainda vai dar certo.