O Bullet Journal  nada mais é do que uma agenda analógica, funcional e personalizada. O mote central do projeto reside em "acompanhar o passado, organizar o presente e planejar o futuro". A ideia de construção consiste em intitular as páginas para que seu objetivo seja sempre claro e não se perca. Escrever em tópicos para manter a leitura sempre rápida e prática, criar ícones para caracterizar as tarefas e seus status e numerar as páginas para fácil acesso aos conteúdos. A criação dos ícones ajuda naquele velho dilema de lista de afazeres, que sempre são 8 ou 80: com essa dinâmica você pode sinalizar tarefas que foram transferidas para o próximo mês ou que já foram iniciadas. Ele pode ser feito com um caderno e uma caneta apenas, embora hoje na web ele seja conhecido pelos seus lindos e decorados modelos. O começo do ano é sempre igual. As pessoas revendo suas metas e tentando encontrar maneiras de cumprir seus objetivos. Pensando nesse ciclo sem fim, cheio de dificuldades e quase sempre sem sucesso, Ryder Carrol criou um sistema surpreendentemente simples, analógico e artesanal para era digital. Seu objetivo com o Bullet Journal foi colocar a pessoa não como usuária de um modelo, e sim como alguém completamente inserido em todo processo de criação, execução e mensuração de seus objetivos e resultados. Desde o dia do mês, até a tarefa do dia. Desde o índice até as linhas do calendário e cada número de seus dias. O ambiente corporativo é sempre cercado de metas, hábitos, regras, sonhos, intenções, rotinas e planejamentos. O Bullet Journal, por mexer justamente com nosso lado criativo e lúdico pode estimular nossa proximidade com nossos desejos e tarefas, fazer com que nós coloquemos as coisas na ponta do lápis e a enxerguemos como algo que podemos alcançar e concluir. Nesse processo, nos tornamos sujeitos de nossas próprias vivências e assim observamos nossos padrões, pontos fracos e fortes e o quão longe ou perto estamos de nós mesmos e de nossas metas. O Bullet de cada pessoa vai conter o que funciona pra ela. Então, se você prefere ter um calendário aberto ou um dia a dia, uma lista de hábitos para transformar naquele mês ou apenas uma lista de tarefas diárias, um espaço para anotações no fim do mês ou um a cada fim de dia, vai apenas de você, e é isso que o movimento do Bullet Journal valoriza, a diversidade de formas que existem para dar continuidade a tudo que sonhamos e precisamos realizar. Dentro do seu Bullet, todos os caminhos podem te levar a Roma. Aqui tem uma forma de começar o seu: http://revistagalileu.globo.com/Life-Hacks/noticia/2017/01/como-adotar-o-metodo-do-bullet-journal.html Conheça melhor esse projeto aqui: http://bulletjournal.com/

Últimas Postagens

Coronavírus: Como driblar o COVID-19 em seu evento corporativo?

20/03/2020 Ler mais

3 tipos de jogos corporativos que inspiram liderança para a sua equipe

16/03/2020 Ler mais

5 tipos de eventos corporativos para integrar e fortalecer a sua empresa

03/03/2020 Ler mais

Qual é a importância de pesquisas para coletar a impressão dos participantes do seu evento corporativo?

03/03/2020 Ler mais

Auditório, escolar, células: o que o formato das cadeiras tem a ver com o objetivo do seu evento

02/03/2020 Ler mais

Insira seu melhor e-mail

Tags

Veja todos
Dicas
20/03/2020

Coronavírus: Como driblar o COVID-19 em seu evento corporativo?

  No dia 19 de março, o Brasil atingiu a marca de 621 casos confirmados de coronavírus, o ví Leia mais
Dicas
16/03/2020

3 tipos de jogos corporativos que inspiram liderança para a sua equipe

Jogos corporativos são uma maneira de motivar os seus colaboradores, mas mais do que isso: integrar Leia mais
Eventos Corporativos
03/03/2020

5 tipos de eventos corporativos para integrar e fortalecer a sua empresa

Eventos corporativos são essenciais para o desenvolvimento da sua empresa. Esses acontecimentos sã Leia mais
WhatsApp chat