16
maio

Como a facilitação gráfica impacta em uma empresa?

A divulgação de dados nem sempre é uma tarefa fácil. Para que a mensagem seja passada de forma compreensível, é necessária muita atenção nos gráficos para que pequenos descuidos não transpassem informações erradas.

Conhecida como Facilitação Gráfica, a prática busca traduzir os conteúdos de forma mais simples possível, trabalhando com técnicas como a de visual thinking que trazem a tona ilustrações, gráficos, ícones, esquemas criativos, estruturando e exemplificando dados importantes. Mas afinal, como a facilitação gráfica impacta em uma empresa?

Abre portas para o dinamismo

O conhecimento é algo dinâmico. Para um mesmo tema é possível encontrar diversos caminhos que, muitas vezes, se complementam. Quando trabalhamos com ferramentas lineares é mais difícil estabelecer conexões entre os pontos levantados durante as discussões.

Sendo assim, esquemas como fluxogramas, por exemplo, podem ajudar a conectar as convergências de ideias sobre um mesmo assunto, facilitando o entendimento e, consequentemente, o andamento de um projeto.

Gerenciamento facilitado

Cada dia mais empresas têm se adaptado a uma realidade de gerenciamento de projetos por meio de aplicativos ou sites. Eles possuem uma interface bastante intuitiva e visual, que ajuda a delegar funções além de mostrar os resultados de cada uma em uma mesma página.

Este é um dos poderes da facilitação gráfica. É graças a ela que os colaboradores podem observar não apenas a sua parte específica do projeto como também o todo.

Além de ver suas próprias funções, eles podem adquirir conhecimento sobre as funções do grupo e também de que maneira o seu desempenho impacta na atuação de outros colaboradores no mesmo projeto.

Dá um salto para a eficácia dos workshops

Como já mencionamos anteriormente neste blog, treinamento de colaboradores é algo essencial para uma empresa. Para apostar em um bom resultado destes workshops, nada melhor que trabalhar apresentações visuais de qualidade.

Os registros visuais são uma ótima alternativa para a aprendizagem ativa, ou seja, onde os participantes ajudam a gerar os resultados em termos práticos. Gráficos de apresentação, murais em paredes ou painéis e até mesmo a criação de agendas com instruções pragmáticas  são algumas das ferramentas que as empresas podem apostar nos workshops.

Assim, a curva de aprendizagem pode ser muito mais significativa e o potencial de desempenho dos colaboradores também se torna maior.

Focar no que realmente é importante

Muitas vezes, empresas se deparam com muitas planilhas e números que muitas vezes possuem relevâncias distintas entre eles. Sendo assim, é sempre necessário separá-los e identificar quais são as informações significativas para a situação atual da instituição.

Por meio de imagens e gráficos, é possível demonstrar o que há de mais importante nessa enxurrada de dados de forma clara e consistente. Além disso, é uma forma prática para evitar o engavetamento de dados, relatórios e outros documentos produzidos na empresa, valorizando, inclusive, o trabalho local.

Melhoria dos resultados

Em resumo, a facilitação gráfica é capaz de trazer melhores resultados para uma empresa, não apenas por melhorar a produtividade dos colaboradores , como também por ajudar gestores a identificar caminhos e estratégias.

Atualmente a prática já é muito comum em diversas corporações e alinhar-se a esse novo modelo de gestão pode ser uma boa alternativa para estabelecer diálogos não apenas dentro da sua empresa como também com outras instituições, expandindo suas ideias de maneira prática e ágil.

 

 

Se quiser saber mais, SOLICITE O CONTATO do nosso time e veja como podemos ajudá-lo com seu evento corporativo!