Sonhar, planejar, realizar e celebrar. Essa simples sequência de ações ocorre desde os tempos das cavernas, em todos os grupos e com todos os indivíduos, porém, quando a mesma é construída de forma intencional e equilibrada, acontece o Dragon Dreaming. Nascido na Austrália, com aplicação significativa na África, Papua Nova Guiné e Europa há mais de 20 anos, tem a função principal de liberar a sabedoria coletiva, promover a capacidade de adaptação e cocriar formas positivas e criativas para grupos e comunidades lidarem com mudanças e ou acontecimentos caóticos. Embora pareça simples localizar essas ações nos projetos que executamos em nossas vidas, quando paramos para analisar mais a fundo percebemos algum desequilíbrio na cadência. Ou sonhamos demais, ou planejamos demais, por vezes realizamos pouco (ou de forma não saudável) e também, muitas vezes, esquecemos de celebrar. O objetivo geral da ferramenta é florescer nos indivíduos toda essa sequência de forma equilibrada e concreta. Ele surgiu dentro da Fundação Gaia na Austrália Ocidental, onde 100% de todos os projetos tem por função aliar qualquer solução à convivência harmônica e respeitosa com a natureza. E essa simples explicação acima revela a razão do Dragon Dreaming ser tão urgente e tão importante para realidade corporativa nos dias de hoje. A forma como as organizações, em sua maioria, se relacionam com a natureza, vem sendo tema dos principais debates sobre o futuro do planeta e sua sustentabilidade. Uma vez que a capacidade da natureza de se manter abundante, com o índice e as demandas populacionais que temos, depende de nós e de como nos utilizamos dela, cada um precisa despertar essa urgência de consciência profunda e individual. Em entrevista com a Relações Públicas do Espaço Jacyra Sanches, que realizou as dinâmicas integradas a esses ideais com os colaboradores da organização, foi dito: “Na primeira fase, a que identificamos nossos sonhos, eu sempre escuto: saúde, família, felicidade, companhia, bem-estar, paz. O que eu entendo disso, é que a Fundação Gaia intenciona a percepção individual de que o sonho em comum de todos nós é, talvez indiretamente, de que queremos um planeta saudável, uma alimentação sustentável, amor e, o mais importante: que só conseguiríamos alcançar isso coletivamente. Um dos pilares do Dragon Dreaming é o alinhamento com a natureza, e essa é a questão mais urgente que temos como organização hoje: conscientizar a todos da gestão dos recursos, alinhar a nossa produção à saúde da comunidade, dos colaboradores e do planeta, despertar o propósito de cada pessoa e fazer com que tudo isso funcione alegremente em um grupo com diversas culturas, histórias, intenções e sonhos.“ Em termos de treinamentos corporativos e desenvolvimento de pessoas, para atingir a excelência ética e produtiva nas organizações sejam elas grandes ou micro, a urgência é: de sentarmos em uma sala com nossas equipes, de olhos fechados, papel, canetas, post-its, uma boa trilha sonora e Dragon Dreaming: capacitar carinhosamente a todos nós através de nós mesmos, para todos.    

Últimas Postagens

Empatia: 5 dicas para melhorar a comunicação com a sua equipe 

23/10/2020 Ler mais

Como eventos contribuem para o marketing da sua empresa?

15/10/2020 Ler mais

3 dicas para conseguir patrocínio para o seu evento

01/10/2020 Ler mais

3 dicas para reduzir o estresse pré-evento

25/09/2020 Ler mais

4 motivos para retomar os treinamentos mesmo com o orçamento reduzido

23/09/2020 Ler mais

Insira seu melhor e-mail

Tags

Veja todos
Dicas
23/10/2020

Empatia: 5 dicas para melhorar a comunicação com a sua equipe 

A comunicação entre os seres humanos nasceu através da necessidade de passar informação uns ao leia em 5 min
Sem categoria
15/10/2020

Como eventos contribuem para o marketing da sua empresa?

Os eventos corporativos são geralmente associados ao anúncio de novidades, comemorações de datas leia em 4 min
Dicas
01/10/2020

3 dicas para conseguir patrocínio para o seu evento

Dentre todos os processos desafiadores e estressantes de organizar um evento, o de conseguir patroc leia em 4 min
WhatsApp chat