23
jul

Qual o papel do Consultor de Treinamento?

Que toda equipe tem gargalos e problemas nós sabemos, e inclusive já falamos sobre isso há alguns posts atrás, se você já chegou a mesma conclusão, antes de falarmos sobre o papel do consultor de treinamento, dê uma olhada nesse infográfico  sobre treinamento corporativo.

Depois que identificamos quais são os gaps da nossa equipe, precisamos dar o próximo passo. Mas qual será ele? Promover uma conversa entre as pessoas, pesquisar dinâmicas de grupo na internet e aplicá-las ou desligar pessoas?

Todas essas opções são viáveis, mas quando precisamos resolver algo mais profundo e complexo, de forma mais definitiva e garantida, o que costumamos fazer?

Vou dar um exemplo: sua máquina de lavar quebra e você já identificou que o problema é no funcionamento dos botões, (se você não é um técnico experiente) o que você faz?

Chama alguém que pode especificar o problema, propor soluções e executar essa tarefa!

Thursday May GIF - Find & Share on GIPHY

Com a questão do treinamento de pessoas é igual, depois que você baixou o infográfico e entendeu onde está o problema, é hora de chamar um consultor de treinamento!

Como já descrito anteriormente as funções do consultor de treinamentos são: especificar o problema, estudar as opções, propor soluções e executar a opção escolhida.

Vamos entender mais a fundo? ?

Especificar o problema: 

Caso a sua mensuração de problemas tenha sido efetiva e suficiente, em uma reunião com você ele irá coletar quais são as necessidades de cada equipe, e provavelmente já ir propondo algumas ideias para checar quais são os métodos que você prefere. Essa coleta será feita em um dia.

Estudar opções:

Esses levantamentos serão levados para análise e provavelmente colocados em discussão com a equipe da consultoria para um brainstorm, onde serão abertas as possibilidades a serem aplicadas com aquela equipe.

Algumas soluções serão escolhidas e arquitetadas para aplicação mais artesanal para as particularidades do negócio, das pessoas, dos problemas e das informações coletadas, ou seja, será traçada uma vivência personalizada.

Propor soluções:

Em uma outra reunião com você e quem mais for da sua equipe para o processo da tomada de decisão, o consultor irá explicar e mostrar os planos que traçou e em meio à dúvidas, sugestões e ajustes, essa reunião levará à escolha do modelo perfeito a ser implementado. Nessa solução estarão especificados, tempo de treinamento, materiais a serem utilizados, metodologias, objetivos, equipamentos necessários, horários das pausas, aspectos do lugar ideal para potencializar a vivência, quantas pessoas, quais equipes e metas.

Executar a opção escolhida:

Depois da decisão, será passado para a gestão de RH da sua empresa os pré-requisitos do evento e essa pessoa irá desenrolar os detalhes para o aluguel do espaço, equipamentos, alimentação, listas de presença, convocação para os participantes, materiais necessários, datas, horários e todo o restante. Depois disso executado é só aguardar o dia do evento e depois disso mensurar os resultados garantidos pela consultoria, seus objetivos, e os efeitos no dia a dia daquela vivência para o público interno.

Esse processo é o mais comum de acontecer entre empresa e consultoria de treinamentos, mas claro, que em um mundo tão grande existem diferentes processos e abordagens de acordo com cada consultoria. O importante é você saber que não está sozinho e que existem muitas empresas qualificadas e preparadas para ajudar você a alcançar o nível de engajamento e conhecimento necessário para alavancar seus processos internos.

Se você gostou desse conteúdo e já tem um evento corporativo previsto, fale agora com a gente  e descubra como realizar um evento de sucesso aqui no Espaço Jacyra!