20
jul

Você representa o que fala? 5 dicas de etiqueta no trabalho

Muitas vezes existe uma distância entre aquilo que somos ou quem gostaríamos de ser. Mais do que isso. Pode ter uma distância ainda maior entre os profissionais que achamos ser e a forma como as pessoas nos veem. Será que você representa aquilo que fala? Será que sua empresa tem se apresentado de uma forma correta e assertiva?.

A boa imagem no mercado empresarial nunca foi tão importante. Principalmente em um cenário de crise (em que todos debatem sobre reputação), onde empresas e pessoas têm se desdobrado para passar a melhor das imagens. Todo mundo quer ser bem visto não é mesmo? Todo mundo quer causar uma boa impressão. Mas será que a lição de casa tem sido feita? Não podemos esquecer que transparência e sinceridade são elementos essenciais nesse processo.

Separamos 5 dicas de etiqueta no mercado de trabalho.

Cuidado com o que fala

Ficamos cerca de 8 horas por dia no trabalho, ou seja, convivemos mais com pessoas desse ambiente do que com os nossos próprios familiares. É fundamental construir boas relações interpessoais, mas precisamos ficar atentos ao que falamos. Por mais “descolado” ou “arrojado” que possa ser esse local, não devemos esquecer que estamos em um ambiente corporativo. Evite palavrões, gírias, risadas escandalosas e falar alto. Não faça fofocas de outros colegas, tampouco, fale mal do seu chefe. As paredes sempre têm ouvidos.

Respeite o próximo

É bem verdade que devemos respeitar para sermos respeitados, afinal, nós costumamos colher aquilo que plantamos. Esse respeito deve se fazer valer com todos. Tanto com chefes como também com os colegas ou subordinados. Escute com atenção quando estiver numa conversa ou reunião. Evite discussões e atritos desnecessários. Olhe as pessoas nos olhos e estabeleça contato visual. Enfim, trate o outro exatamente como gostaria de ser tratado.

Seja proativo

A disposição em ajudar é sempre algo bem visto. Aquele espírito de servir nos coloca em um patamar de humildade. Ser solícito, demonstrar interesse pelas causas dos outros. Ser atencioso, sincero, prestativo. São ações simples, mas que podem fazer toda diferença.

Sua responsabilidade é sua responsabilidade

Não terceirize suas tarefas, não tente esconder a poeira debaixo do tapete, não empurre um problema que é seu para outra pessoa. Nós somos responsáveis pelas nossas ações. Se errou, desculpe-se. Assuma. Conserte. Nunca deixe que alguém seja penalizado por algo que você fez errado ou deixou de fazer. Mais vale uma bronca sincera e construtiva do que a consciência pesada.

Cuidado com as redes sociais

O que você faz da porta do trabalho para fora não é da conta de ninguém correto? Não necessariamente. Seja no Facebook ou no Linkedin, nós somos ou, pelo menos, representamos aquilo que postamos. É preciso ter bom senso e tomar cuidado com postagens de bebida alcoólica, fotos indiscretas, comentários sobre colegas do trabalho, detalhes da sua vida pessoal. Lembre-se que as informações na internet viralizam de forma muito rápida. Fique atento com o que você posta. Às vezes, você pode parecer algo que não é.